A terrível verdade sobre a impotência parece implausível, mas o problema da impotência masculina ameaça cada pessoa que bebe. A maioria dos homens que usa álcool nem pensa que pode haver problemas. Até que esses problemas os toquem. Normalmente, a impotência ultrapassa um homem de 35 a 40 anos e até mais cedo. Muitos, até que sejam confrontados com uma doença semelhante, simplesmente não querem reconhecer e nem mesmo acreditar que tal coisa é possível. A maioria escuta o conselho dos médicos, mas acredita que tudo vai custar. Além disso, em tenra idade, o uso de álcool, pelo contrário, age estimulante, aumenta o fluxo de sangue para os órgãos pélvicos e, mais importante – aumenta a duração da relação sexual. No entanto, o efeito cumulativo do álcool é terrível.

Potência diminui

Em primeiro lugar, o reflexo condicionado começa a se desenvolver, o que estimula o homem a beber antes da relação sexual. No entanto, com o tempo, a potência começa a se deteriorar, já que o álcool deprime a função sexual e o sistema nervoso. Um homem quer ter cada vez menos sexo, mas ele explica para si mesmo com fadiga, falta de atratividade de seu parceiro, estresse, qualquer coisa, não percebendo que ele já está à beira da impotência. Acompanhe mas em Max Power Funciona.

Ejaculação mais rápida

Seguindo a fraqueza das funções sexuais vem a ejaculação rápida, uma diminuição ainda mais forte, letargia da ereção. Esses fenômenos podem ser chamados de impotência leve. Então (inesperadamente para um homem que bebe) chega um momento em que uma ereção não ocorre. Tendo tomado este fato como uma falha de ignição (com quem isso não acontece!), Ele pode não prestar atenção ao caso, mas tais situações começam a se repetir cada vez mais até que se torne óbvio.

Lá vem uma impotência psicológica

O parceiro começa a sugerir fraqueza, a auto-estima do homem cai e o psicológico vem junto com a impotência fisiológica. Saiba mais em Gandrox Xl Funciona.